Boletim de Informações da SETIN - BIS Boletim de Informações da SETIN - BIS

BOLETIM DE INFORMAÇÕES DA SETIN - 10ª EDIÇÃO

10ª EDIÇÃO - 25 de outubro de 2017

 

 Nova versão do Gabinete Eletrônico (versão 1.1.18)

Na nova versão do Gabinete Eletrônico foram realizadas correções e melhorias visando o aumento da produtividade nos gabinetes, com destaque para as seguintes funcionalidades:

1 - Geração de minutas em lote;

2 - Gravação local da minuta.

 

Nova versão do Plenário Eletrônico

O Plenário Eletrônico também foi objeto de mudanças visando correções e melhorias, das quais se destacam:

1 - Visualização dos caracteres acentuados dos destaques na Sala de Sessões;

2 - Exportação da planilha dos processos selecionados e filtrados;

3 - Alteração da denominação do botão “Votar” para “Pré-Votar” para se adequar melhor à funcionalidade, pois após a pré-votação ainda é necessária a confirmação do voto pelo magistrado por meio do botão "Votar".

  

 

 Implantação do PJe nas Turmas

A expansão do sistema PJe encontra-se em sua quarta fase. A nova fase, inaugurada no dia 24 de outubro, permite o uso do sistema em todas as Turmas. O sistema conta com suas funcionalidades complementadas pelo sistema Gabinete Eletrônico, desenvolvido aqui mesmo no TST e já disponível para uso de todos os Gabinetes do Tribunal.


 

 O que é Gestão de Continuidade de Serviços de TI

A Gestão de Continuidade de Serviços de TI consiste em uma Política com as diretrizes que objetiva manter os principais serviços ofertados pela Setin disponíveis em casos de desastres. A partir da Política foram elaborados Planos de Continuidade e Planos de Testes, o primeiro sendo uma espécie de roteiro a ser seguido em casos graves de falhas ou problemas na infraestrutura de TI do TST; o segundo tem a finalidade de testar as ações descritas no Plano de Continuidade a fim de validar sua eficácia. Em janeiro de 2017, foram realizados testes de continuidade para mais de 30 sistemas. Os testes obtiveram 100% de acurácia, com todos os serviços testados mantendo-se operacionais após simulação de falhas de acordo com os cenários: falha nos bancos de dados, nos servidores de aplicação e em equipamentos do centro de dados. 

Para o ano de 2018 está prevista a  realização de testes de continuidade considerando os cenários de falhas nos equipamentos de rede e nos links de acesso à Internet. Cabe salientar que a elaboração dos planos e a realização dos testes teve fundamental envolvimento da CITEC e da CDS.

A Gestão de Continuidade de Serviços de TI do TST vem sendo consultada por diversos órgãos publicos, como TRT 10, TRT 18 e CJF, dentre outros.

 

 

 

Média (0 Votos)

 



Conteúdo de Responsabilidade da ARTI

 Assessoria de Relacionamento de TI

Email: arti@tst.jus.br

Telefone: (61) 3043-7878